Linhas de orientação para uma alimentação vegetariana saudável

São cada vez mais os Portugueses interessados em adotar padrões alimentares com quantidades elevadas de vegetais ou exclusivamente vegetarianos, por razões de saúde ou de filosofia de vida. Contudo, esta forma de comer, obriga a alguns cuidados nutricionais específicos e a um planeamento rigoroso no dia-a-dia.

O Manual, que agora se lança, pretende ser o primeiro de outros documentos científicos com carácter pedagógico na área da alimentação vegetariana, destinado a profissionais de saúde e população em geral.  Apresenta linhas orientadoras para a adoção de um padrão alimentar vegetariano, tendo por base o melhor conhecimento científico disponível e utilizando produtos vegetais de origem nacional, sazonais e enquadrados na nossa tradição culinária. Sugere assim que é possível e desejável juntar sabor, tradição e saúde à mesa. 

Linhas de Orientação para uma Alimentação Vegetariana Saudável

28 Comentários , Adicione o seu

  1. Excelente ideia a de a DGS ter em atenção a dieta vegetariana.

    Maria Torres a 09/07/2015 às 15:40
  2. Já muito tempo que esperavamos da DGS o vosso apoio, uma outra alimentação é possivel! Obrigada pela evolução!

    Fátima Gonçalves a 09/07/2015 às 22:01
  3. Do que já estive a ler no documento parece ser um resumo bem organizado e muito objectivo e factual das boas práticas do vegeterianismo. Parabéns.

    Paulo Ribeiro a 09/07/2015 às 22:21
  4. A D.G.S. PREOCUPADA COM A SAÚDE DOS PORTUGUESES…BEM HAJA

    JOSE JOAO SILVA ABREU a 10/07/2015 às 09:36
  5. Este, tão esperado manual, é uma lufada de ar fresco e tráz, para profissionais de saúde e população, informação valiosa. Parabéns DGS!

    Hugo a 10/07/2015 às 10:05
  6. aonde se pode ver e ler o maual da alimentaçao vegetariana

    claudia graça a 10/07/2015 às 15:14
  7. Excelente notícia! A nossa DGS mostra estar preocupada com as mudanças que acontecem na sociedade e com a melhoria da nossa

    Elza Cunha a 10/07/2015 às 23:23
  8. Muitos parabéns pela iniciativa!

    Como ideia, sugiro lerem sobre: https://en.wikipedia.org/wiki/T._Colin_Campbell

    Anonimo a 10/07/2015 às 23:54
  9. Boas notícias a DGS finalmente pronunciar-se e de forma positiva sobre o vegetarianismo. Pode ser um passo gigante para que finalmente as escolas e hospitais tenham opções vegetarianas, agora que há um documento oficial de apoio!

    Elsa a 11/07/2015 às 11:10
  10. A racionalidade e a empatia podem e devem acompanhar-se na alimentação. Reconhecerem esse facto é uma imensa alegria. Parabéns!

    Margarida Santos Pereira a 11/07/2015 às 11:22
  11. Parabéns à DGS por esta iniciativa. Este texto é um excelente ponto de partida para uma melhor informação e atitude perante a escolha vegetariana.

    Margarida Neto Macedo a 11/07/2015 às 15:51
  12. Pela saúde e pelo ambiente!
    Agora não há desculpa para não incluir pratos vegetarianos nas escolas básicas e em outros estabelecimentos públicos.

    Jorge Moreira a 12/07/2015 às 00:08
  13. Muitos parabéns por este manual! Fazia falta um trabalho assim, claro, isento e muito completo, quer para profissionais da área, quer para o público em geral. Muito obrigada a todas as pessoas que fizeram parte deste projecto!

    Maria Aragão a 12/07/2015 às 01:55
  14. Excelente iniciativa!
    Finalmente nota-se alguma atenção para com as pessoas que optam por uma alimentação vegetariana. E são cada vez mais!
    Espero que a partir de agora possam introduzir facilmente uma alimentação saudável nas escolas: as minhas crianças e tantas outras agradecem o cuidado.
    Muito grata!

    Ana Rita Albuquerque a 13/07/2015 às 12:03
  15. Uma boa iniciativa e um trabalho meritório a elaboração deste pequeno guia para a contribuição de uma melhor saúde pública.
    Uma sugestão e um alerta : é essencial ,dado a quantidade de medicamentos da “moda ” e que são úteis para uma qualidade de vida , enfatizar as deficiencias que resultam da toma desses medicamentos. É o caso da vitamina B12 que tem uma baixa absorção com o uso do omeoprazol ( e outros fármacos dessa familia de quimicos ). No trabalho esta situação está pouco realçada e o conselho de tomar suplementos não parece estar de acordo com o espirito do trabalho . Repito, a deficiencia desta vitamina é muito grave! e não pode ser compensada pelos vegetais e sim pelos ovos biológicos p.e.
    Tambem a deficiencia em magnésio ,com origem no mesmo mecanismo de diminuição de absorção pelo uso de sistemas inibidores gastricos , é grave em termos de sistema celular e osteopático. Deve ser ultrapassado com o uso de cloreto de magnésio p.e. em toma ao jantar p.e.
    Cumprimentos

    Augusto Sousa a 14/07/2015 às 07:43
    • No documento referimos às deficiências provocadas por inibidores da bomba de protões.
      Os suplementos de B12 são necessários na população vegan, há que respeitar as escolhas das pessoas e minimizar as potenciais deficiências e não tentar ir contra as suas convicções.

      Cátia Borges a 17/07/2015 às 20:35
  16. Óptima ideia. Onde se pode comprar?

    beatriz silva a 14/07/2015 às 18:15
  17. Finalmente, e que ofereçam nas escolas a possibilidade das nossas crianças não encostarem a carne e o peixe e passarem a comer vegetariano que é o ideal!
    Boa noticia!

    Marta Cataluna a 15/07/2015 às 15:05
  18. Parabéns pelo excelente documento e iniciativa! Como profissional de saúde, será bastante útil para a minha prática diária.

    Débora Aires a 17/07/2015 às 12:26
  19. parabens pela iniciativa…

    iolanda a 26/07/2015 às 18:36
  20. Excelente iniciativa!

    Bruna Henriques a 11/08/2015 às 17:28
  21. Parabéns pela iniciativa!!!

    Joana Coimbra a 22/08/2015 às 21:55
  22. Que bom que a DGS fez este manual,para bem do Planeta e termos uma vida mais saudavel que evita o sofrimento dos animais e faz com que a Natureza siga o seu curso…………

    Laurinda Soares de Pinho de Oliveira Santos a 20/09/2015 às 17:12

Comentar

Adicione o seu comentário: