Água nas escolas – Uma causa nacional

A água é um alimento central na saúde das crianças em idade escolar. A água é decisiva para o rendimento intelectual e desportivo. Crianças desidratadas possuem menor capacidade de cálculo. Cansam-se mais rapidamente. Estão mais desatentas. Crianças sem uma cultura de beber água e que substituem a água por refrigerantes açucarados são mais frequentemente obesas, possuem mais frequentemente problemas dentários e risco aumentado de virem a desenvolver doenças como diabetes ou doença cardiovascular.

Sabemos hoje que os bebedouros públicos podem contribuir para reduzir a obesidade. Sabendo nós isso muito bem, porque razão continuam tantas escolas deste país sem uma estratégia de incentivo ao consumo de água? Porque razão tantos bebedouros municipais em locais públicos e em escolas continuam sem funcionar ou a funcionar defeituosamente ou ainda em inúmero insuficiente. E porque razão continua a oferta de bebidas com quantidades elevadas de açúcar a proliferarem em tudo o que máquina de venda ou café nas redondezas das escolas?

Muito já se tem feito na escola pública em prol de uma alimentação mais saudável. Mas medidas simples como a limpeza dos bebedouros públicos, a sua localização em locais de passagem diária dos alunos, a oferta de água de qualidades nos bufetes escolares, a sua colocação em locais bem visíveis, a utilização de copos de qualidade, de água fresca no Verão, a promoção do consumo de água nos eventos públicos da escola ou a sensibilização regular dos encarregados de educação são medidas simples que podem ser tomadas, dentro de uma estratégia de promoção de água por parte dos municípios que teria um elevado impacto na saúde pública nacional.

Imagem retirada de Benjamin Earwicker

0 Comentários , Adicione o seu

Comentar

Adicione o seu comentário:

Outros artigos com a tag: Hidratação