Alimentação e gravidez | riscos e alimentos ASAE

Foi lançado recentemente o número 10 da excelente revista – Riscos e Alimentos – dezembro 2015 da ASAE.

Neste número temático dedicado à Alimentação e Gravidez dois temas centrais são debatidos: a avaliação da potencial exposição a contaminantes na população de grávidas e a avaliação da incidência de Listeria monocytogenes em géneros alimentícios e o seu risco na população de grávidas. Parabéns à ASAE e em particular à Divisão de Riscos Alimentares liderada por Maria Manuel Mendes.

Felizmente que os alimentos avaliados (apesar de algumas suposições dada a inexistência de valores reais de consumo em alguns cálculos)  permitem sossegar a população quanto aos riscos do consumo alimentar por parte deste grupo da população. Como sempre, a variedade é a principal defesa quanto ao risco de contaminação toxicológica.

Deixamos as conclusões do artigo “Avaliação da potencial exposição a contaminantes em grávidas” em que a primeira autora é a Dra. Ana Teresa Roldão e que pode ler integralmente na revista aqui.

“Na gravidez é fundamental a existência de uma alimentação saudável e, ao mesmo tempo, consciente e informada, relativamente ao seu potencial tóxico.

De acordo com este estudo, apenas a exposição média aos Nitratos excede o  – Valor Limiar de Referência Toxicológico recomendado pelo Scientific Committe on Food, com preponderância dos hortícolas, em especial as hortaliças como a alface, a rúcula ou os espinafres. Existem ainda alguns géneros alimentícios (GA) que podem contribuir para uma maior exposição das grávidas como os frutos secados e o pescado, mais especificamente os crustáceos e espécies de peixes de grande dimensão, como o peixe espada, a tintureira ou o cação.

O grupo de risco poderá, conscientemente, optar por evitar alguns destes GA diminuindo assim a exposição a certos contaminantes, evitando possíveis efeitos nefastos para o desenvolvimento do feto.

Contudo, deverá estar consciente a importância do consumo de alimentos alternativos dos mesmos grupos da Roda dos Alimentos, essenciais para uma alimentação equilibrada, que permitirá o crescimento saudável do feto.”

1 Comentário , Adicione o seu

  1. Muitos Parabéns a toda a equipa, em especial à Dra. Ana Teresa Roldão!

    Vanda Craveiro a 12/01/2016 às 19:17

Comentar

Adicione o seu comentário:

Outros artigos com a tag: gravidez