Relatório do Parlamento Europeu dedicado à Alimentação

O Parlamento Europeu aprovou recentemente uma Proposta de Resolução sobre o património gastronómico europeu, sublinhando a importância dos hábitos alimentares e estilos de vida saudáveis.

Vale a pena ler na íntegra este documento que pede aos países membros, entre eles Portugal, o seguinte:

– Solicita aos Estados-Membros que assegurem a correta formação dos professores, em colaboração com nutricionistas e médicos, para que possam ensinar devidamente «ciências da alimentação» nas escolas e universidades;
– Recorda aos Estados-Membros que devem assegurar a proibição, nas escolas, de qualquer publicidade ou patrocínio de alimentos não saudáveis;
– Convida os Estados-Membros a colaborar entre si e a apoiar as iniciativas destinadas a manter a alta qualidade, diversidade, heterogeneidade e singularidade dos produtos artesanais, locais, regionais e nacionais, de forma a lutar contra a homogeneização, que, a longo prazo, levaria ao empobrecimento do património gastronómico europeu;
– Insta as regiões a valorizarem uma gastronomia local e dietética no setor da restauração escolar e coletiva em colaboração com os produtores locais, a fim de preservar e valorizar o património gastronómico regional, estimular a agricultura local e reforçar os circuitos curtos;

O documento sugere um conjunto de medidas que não se esgotam nas sublinhadas anteriormente, mas que promete muita discussão e um aceso debate sobre as prioridades em termos de Política Nutricional a nível regional e nacional.

0 Comentários , Adicione o seu

Comentar

Adicione o seu comentário:

Outros artigos com a tag: parlamento