Taxas sobre refrigerantes aprovadas pela primeira vez

No passado dia 4 de novembro, os cidadãos eleitores da cidade de Berkeley na Califórnia votaram uma lei que aprova a criação de uma taxa sobre os refrigerantes.

Trata-se da primeira vez que uma lei deste género é aprovada nos Estados Unidos da América. Os apoiantes desta lei, maioritariamente cidadãos e associações civis argumentaram que os refrigerantes contêm açúcar e pouco mais do ponto de vista nutricional, podendo ser um promotor de obesidade nos seus consumidores, para além de que a taxa pode ser utilizada para investir em programas de saúde comunitários.

Os que estão contra, maioritariamente indústrias do ramo alimentar, argumentam que desta forma o Estado limita a liberdade de opção individual dos cidadãos, que estas taxas podem criar desemprego e pior desempenho da economia e que, para além dos refrigerantes, existem outros alimentos causadores de obesidade.

Uma discussão importante e oportuna, neste momento em que a obesidade infantil continua muito elevada na Europa.

Para mais informações sobre a importância da taxação dos refrigerantes consulte o seguinte artigo: “Why the Soda Tax Is So Important” 

 

0 Comentários , Adicione o seu

Comentar

Adicione o seu comentário:

Outros artigos com a tag: taxas