alimentação

  • Como a alimentação pode ajudar a combater o frio

    Com a intensa descida da temperatura torna-se necessário ter alguns cuidados. O frio intenso pode reduzir a sensação de sede, provocar subidas na glicemia e aumentar o risco para as pessoas com doença cardiovascular, pelo que todos os cuidados, incluindo a nossa alimentação, são essenciais. Saiba mais.

  • Melhor alimentação, mais saúde. Nunca foi tão evidente.

    As doenças crónicas como a obesidade, a diabetes, as doenças cardiovasculares ou oncológicas consomem já quase 80% dos recursos dos sistemas de saúde em alguns países. Doenças que podem ser prevenidas reduzindo o sal e açúcar, gestos simples, todos os dias. De que estamos à espera?

  • A escola do seu filho é amiga da boa alimentação?

    Com um novo ano letivo à porta, é tempo de reforçar a importância da participação dos pais na educação alimentar dos seus filhos e na criação de um bom ambiente alimentar na escola e em casa, num momento importante de formação. Como pode identificar se a escola do seu filho é amiga da boa alimentação? aqui pode saber mais.

  • Recomendações gerais para a alimentação de bombeiros

    As necessidades nutricionais dos bombeiros podem ser consideravelmente diferentes em função das distintas fases de trabalho e ao longo do ano. A alimentação saudável e adequada a estas diferentes fases é apresentada neste manual, para além

  • Prevenir a demência através da alimentação

    Um em cada três casos de demência podem ser prevenidos através de estilos de vida saudáveis, nomeadamente através da atividade física regular e de hábitos alimentares saudáveis. Saiba mais aqui.

  • Sabe a quantidade de sal que ingere por dia?

    O sal, quando consumido em excesso pode aumentar o risco de aparecimento e/ou progressão de diversas doenças. Saiba como reduzir o sal na sua alimentação, de uma forma simples e rápida, com este video que tem o apoio do PNPAS e da DGS.

  • Alimentação e combate a incêndios

    Durante o período de combate a um incêndio as necessidades energéticas estão aumentadas dado o esforço físico intenso. Todos aqueles que se encontram nestas situações, deverão ter em atenção alguns cuidados básicos que deverão ser adaptados caso a caso. Saiba mais.

  • A alimentação em tempo de incêndios

    Em situações de emergência, a principal prioridade das autoridades competentes deverá ser fornecer alimentos, em especial fornecedores de energia e HC aos profissionais que actuam no terreno, de forma a optimizar as suas capacidades físicas, melhorando o desempenho da sua missão. Saiba mais.