Pescado

  • PARA SABER MAIS SOBRE CONSUMO SUSTENTÁVEL DE PEIXE

    A WWF, organização parceira do PNPAS, publicou recentemente um novo estudo relacionado com a sustentabilidade do consumo de pescado a nível mundial.

  • Conheça o Guia WWF para o consumo de pescado

    O PNPAS apoia e é parceiro nas iniciativas da WWF. O guia WWF ‘Histórias por detrás do seu prato’ apresenta ao consumidor três recomendações gerais – ‘o tamanho conta’ – respeite o tamanho mínimo das espécies; ‘há mais peixe no mar ‘– varie a sua dieta de peixe, optando por outros peixes, e, ‘as etiquetas são nossas amigas’ – verifique as etiquetas e procure os selos que premeiam a sustentabilidade como o MSC e o ASC. Saiba mais.

  • Marisco no verão. Sim ou não?

    Com a chegada do verão e sendo Portugal um país com grande tradição e qualidade na oferta de marisco, surgem algumas oportunidades para consumir estes moluscos (mexilhão, amêijoa, conquilha) e crustáceos (sapateira, camarão). No entanto, há muito que se atribuiu uma conotação negativa ao marisco pela sua riqueza em colesterol. Mas será que o marisco é dos principais responsáveis aumento dos níveis de colesterol? Saiba mais.

  • 5 razões nutricionais para comer sardinha todo o ano

    Aproxima-se o tempo de Verão e a época das sardinhas. Os pescadores portugueses têm conseguido, com muito esforço, manter esta pesca sustentável, sendo apenas possível pescar em algumas épocas do ano. Felizmente, a nossa indústria conserveira produz sardinha enlatada de qualidade mundial que pode ser consumida todo o ano. Saiba mais.

  • Um livro para conhecer melhor o peixe em Portugal

    A Associação Portuguesa dos Nutricionistas em parceria com a Docapesca – Portos e Lotas, S.A. lançou o e-book “Pescar Saúde” onde são apresentadas as características e os benefícios nutricionais do pescado. São ainda apresentadas diversas informações sobre as espécies mais consumidas, dados do consumo a nível nacional, cuidados na escolha, transporte, conservação, entre outros.
    Saiba mais.

  • “Cabaz do Peixe” – Do Pescador para Si

    O “Cabaz do peixe” tem como objetivo promover uma venda mais direta entre pescadores e consumidores. Pretende reduzir também as rejeições de espécies de baixo valor comercial na pesca artesanal de Sesimbra, através da venda das suas capturas sob a forma de Cabaz diretamente da lota aos consumidores. Saiba mais sobre este projeto.

  • Fiambre de peixe (corvina e dourada).Uma realidade próxima?

    O consumo regular de peixe, com a sua enorme mais valia nutricional, é um desafio para os mais novos e não só. Hoje partilhamos um interessante estudo realizado pelo IPMA, intitulado “Conservação em refrigerado de fiambres de corvina e dourada embalados em atmosfera modificada”. Uma alternativa interessante para se rentabilizar esta riqueza nacional. Saiba mais.

  • Peixe, pegada ecológica e saúde

    Portugal é um dos países do mundo com maior consumo de pescado. Certamente um, senão o país europeu onde se trata e prepara melhor o peixe, fruto de uma longa tradição gastronómica e ligação ao mar. E também um dos países do mundo com maior área marítima exclusiva. Saiba mais.