Estou a ler:

8 medidas para uma alimentação saudável e amiga do ambiente

Notícias

8 medidas para uma alimentação saudável e amiga do ambiente

Se os agricultores e a indústria alimentar podem melhorar ambientalmente as suas práticas, também nós cidadãos, através dos alimentos que decidimos comprar regularmente, podemos influenciar decisivamente o ambiente. Como? Saiba mais.

Sunset on Fields near City

Está em curso, e até 8 de Maio, uma petição aos responsáveis pela saúde e agricultura norte-americanos para que tenham em conta as questões ambientais nas novas orientações alimentares para a população daquele país e que devem ser publicadas ainda este ano.

A agricultura e o todo o ciclo de produção de alimentos até chegar ao nosso prato é um dos principais contribuintes para o aquecimento global. O consumo alimentar é o principal contribuinte do aquecimento global na Europa, ultrapassando a habitação e os transportes. Por exemplo, a produção de gado emite cerca de 44% de todo o metano emitido por responsabilidade humana. Mas a produção de vegetais, como o arroz, também pode ter um contributo significativo para a produção de gases com efeito de estufa e utilização excessiva de água.

Se os agricultores e a indústria alimentar podem melhorar ambientalmente as suas práticas, também nós cidadãos, através dos alimentos que decidimos comprar regularmente, podemos influenciar decisivamente o ambiente. Como ?

Adotando um padrão alimentar do tipo mediterrânico com aumento da presença de produtos de origem vegetal que podem contribuir para minimizar os impactos que o consumo alimentar pode produzir no meio ambiente.

Preferindo produtos produzidos regionalmente e comprando, sempre que possível, localmente, evitando trajetos longos para adquirir alimentos.

Substituindo proteína de origem vegetal (aumentando o consumo de leguminosas como o grão, feijão ou lentilhas) em vez de quantidades excessivas de carne ou peixe diariamente.

Reduzindo o consumo de produtos que viajam muitos milhares de quilómetros até chegar às nossas mesas e evitando meios de transporte como o avião, para transportar alimentos.

Reduzindo as sobras e desperdícios alimentares no dia-a-dia.

Preferindo os produtos vegetais (frutos e hortícolas) da época.

Preferindo a água, como principal bebida ao longo do dia.

Reduzindo a compra de embalagens e reciclando sempre que possível.

Estas medidas adotadas por milhões de consumidores em todo o mundo podem dar um forte contributo para a redução da emissão de gases com efeito de estufa, redução dos gastos com água e energia e assim permitirem um futuro mais saudável para nós e para o nosso planeta.

Imagem retirada de Krappweis
Tópicos
Notícias

Acompanhe a discussão sobre: 8 medidas para uma alimentação saudável e amiga do ambiente

Um comentário a “8 medidas para uma alimentação saudável e amiga do ambiente”

  1. […] Assim, e através dos alimentos que compramos, somos a principal força global capaz de influenciar decisivamente a saúde do planeta. Conheça as 8 medidas para uma alimentação saudável e amiga do ambiente. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

  • 23 maio, 2022

    Abertura Concurso Público para o Estudo de avaliação do Regime Escolar em Portugal

    Encontra-se aberto um Concurso Público para a aquisição de serviços para a realização do “Estudo de avaliação do Regime Escolar em Portugal (2017/2018 a 2022/2023)” para a Direção-Geral da Saúde, de acordo com as especificidades exigidas no artigo 13º da Portaria nº 113/2018, e dos artigos 8º do Regulamento (UE) 2017/39, da Comissão, de 3 de […]

    Ler mais
  • 3 maio, 2022

    OMS publicou hoje o WHO European Regional Obesity Report 2022

    A OMS publicou hoje um importante relatório (WHO European Regional Obesity Report 2022) sobre o estado da obesidade na região Europeia. Neste relatório publicado hoje pelo Escritório Regional da OMS Europa para a Prevenção e Controlo das Doenças Crónicas, a OMS destaca que a prevenção e controlo da obesidade deve centrar-se numa estratégia de prevenção […]

    Ler mais
  • 19 abril, 2022

    EFSA’s scientific advice related to nutrient profiling

    A Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) publicou hoje a Opinião Científica sobre perfis nutricionais que pretende apoiar a tomada de decisão da Comissão Europeia sobre o modelo simplificado de rotulagem nutricional a adotar na União Europeia e sobre as condições para restringir a presença de alegações nutricionais e de saúde nos alimentos.

    Ler mais