Cabo Verde – Na linha da frente na proteção alimentar das crianças

A venda de produtos alimentares de má qualidade nutricional nos cafés à volta das escolas é uma realidade.

Num gesto sem precedentes, mesmo para a maioria dos países europeus, o Governo de Cabo Verde acaba de aprovar legislação que proíbe, nas escolas públicas do ensino básico e pré-escolar, e num raio de 200 metros à sua volta, a comercialização, confecção e distribuição de bebidas com baixo valor nutricional e produtos que acarretem riscos para a saúde ou segurança alimentar das crianças.

O diploma proíbe, igualmente, a publicidade comercial nas escolas, como contrapartida do financiamento ou patrocínio de atividades escolares, por parte das empresas que produzem e/ou comercializam aqueles produtos. Desta forma, e a lei a ser integralmente implementada, coloca Cabo Verde na linha da frente internacional na promoção da alimentação saudável a nível escolar.

Ver mais sobre este assunto aqui  e um interessante artigo científico sobre o assunto aqui .

0 Comentários , Adicione o seu

Comentar

Adicione o seu comentário: