Alimentação na cidade – O custo da sustentabilidade

O custo da sustentabilidade

A má alimentação é a principal responsável por termos anos de vida com doença e esses anos têm um custo. Podemos perguntar: os custos são assim tão elevados? São. São enormíssimos. Só para termos uma ideia: temos um milhão de diabéticos, perto de três milhões de pessoas com problemas de pressão arterial elevada, mais de metade da população (5,9 milhões) com excesso de peso. Se começarmos a somar, vai quase nos dez milhões.”

“O alimento tem um preço”, sublinha Pedro Graça, Diretor do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável. “O que aconteceu nos últimos 30, 40 anos foi que nos habituámos a pagar pouco pela comida que consumimos. Dados do Instituto Nacional de Estatística indicam que, proporcionalmente, gastamos cada vez menos do nosso orçamento em comida.”

Um artigo para ler nesta edição do jornal Público.

 

 

 

 

 

0 Comentários , Adicione o seu

Comentar

Adicione o seu comentário:

Outros artigos com a tag: alimentação