Estou a ler:

10 anos do PNPAS – uma década a promover a alimentação saudável em Portugal

Notícias

10 anos do PNPAS – uma década a promover a alimentação saudável em Portugal

A 13 de janeiro de 2012, foi criado, pelo Despacho n.º 404/2012, o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) um programa de saúde prioritário gerido pela Direção-Geral da Saúde e integrado no Plano Nacional de Saúde.

10 anos PNPAS

A 13 de janeiro de 2012, foi criado, pelo Despacho n.º 404/2012, o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) um programa de saúde prioritário gerido pela Direção-Geral da Saúde e integrado no Plano Nacional de Saúde.

Portugal era um dos poucos países Europeus que, até 2012, não dispunha de um programa nacional de alimentação, ou seja, “um conjunto concertado e transversal de ações destinadas a garantir e incentivar o acesso e o consumo de determinado tipo de alimentos tendo como objetivo a melhoria do estado nutricional e de saúde da sua população”. A importância da formulação de políticas alimentares e de nutrição no âmbito da promoção da saúde era e é prioritária, tanto em 2012, quando Portugal atravessava uma grave crise económica com enormes desigualdades sociais no acesso a uma alimentação saudável, como agora, quando atravessamos uma grave crise sanitária.

A alimentação inadequada mantem-se como um determinante central da saúde dos portugueses. A nossa qualidade de vida é fortemente influenciada por um conjunto de doenças que estão associadas à alimentação e que podiam ser evitáveis. Mais propriamente, são 243 567 os anos de vida perdidos por morte prematura, por doença e/ou incapacidade, sendo que 1 em cada das 10 vidas poderiam ser salvas todos os anos se a nossa população tivesse uma alimentação saudável.

Problemas desta dimensão, exigem uma estratégia a médio prazo, envolvendo toda a sociedade, todo o sistema alimentar, alinhada com a melhor ciência e com as melhores práticas internacionais embora adaptada à realidade alimentar nacional, capazes de serem avaliadas anualmente de forma transparente e sem conflito de interesses.

O PNPAS colocou como sua finalidade e desde o seu início “melhorar o estado nutricional da população, incentivando a disponibilidade física e económica de alimentos constituintes de um padrão alimentar saudável e criar condições para que a população os valorize, aprecie e consuma, integrando-os nas suas rotinas diárias”.

Para atingir este objetivo foi necessário criar instrumentos de diagnóstico da situação alimentar nacional, trabalhar em estreita colaboração com a Organização Mundial da Saúde e com a Comissão Europeia na definição das melhores estratégias, implementar medidas que permitissem capacitar os cidadãos para as escolhas alimentares saudáveis e ao mesmo tempo intervir no dia-a-dia alimentar da sociedade para tornar os produtos alimentares mais saudáveis e ao mesmo tempo restringir o acesso e a publicidade a produtos alimentares de pior qualidade alimentar através de legislação própria. Isto ao mesmo tempo que capacitávamos os nossos recursos humanos da educação, da segurança social e da saúde para uma intervenção de maior qualidade nestes domínios. Algumas das mais importantes iniciativas ao longo desta década, são descritas no quadro seguinte e podem ser analisadas ao pormenor em https://alimentacaosaudavel.dgs.pt/

Muitas destas ações foram inovadoras a nível europeu. Uma parte substancial destas medidas tiveram amplo escrutínio científico e político. Muitas delas fazem hoje parte do catálogo das “estratégias de qualidade” utilizadas por outros países europeus e recomendadas pela OMS. O PNPAS é hoje considerado uma referência internacional nesta área e, mais importante, conseguimos melhorar a saúde dos portugueses nesta área, por exemplo, reduzindo a obesidade infantil ou melhorando os cuidados nutricionais prestados nas nossas unidades de saúde.

Ainda muito está por fazer na política alimentar e nutricional nacional. Mas o percurso foi iniciado e consolidado ao longo desta última década.

10 anos do PNPAS – uma década a promover a alimentação saudável em Portugal 1

 

Faça download desta figura aqui: Marcos PNPAS 2012-2022

Tópicos
Notícias

Acompanhe a discussão sobre: 10 anos do PNPAS – uma década a promover a alimentação saudável em Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

  • 17 janeiro, 2023

    Plano de Ação da Garantia para a Infância 2022-2030

    Foi publicado hoje, pela Resolução de Conselho de Ministros N.º 3/2023, de 17 de janeiro , o Plano de Ação da Garantia para a Infância 2022-2030. Este plano considera o acesso a uma alimentação saudável com um dos seus objetivos estratégicos, identificando um conjunto de respostas a implementar para a garantia desse acesso às crianças e jovens.

    Ler mais
  • 20 dezembro, 2022

    Boas festas | Um feliz e saudável 2023

    O PNPAS deseja a todos umas Boas Festas e um Feliz e Saudável 2023.

    Ler mais
  • 16 novembro, 2022

    Resultados do Food-EPI Portugal e de mais 10 países europeus publicados na revista The Lancet Regional Health – Europe

    Foi hoje publicado o artigo “Policy implementation and priorities to create healthy food environments using the Healthy Food Environment Policy Index (Food-EPI): A pooled level analysis across eleven European countries” na revista The Lancet Regional Health - Europe, onde se descrevem os resultados principais do estudo que avaliou a implementação de políticas públicas e as prioridades para a criação de ambientes alimentares saudáveis em 11 países europeus, incluindo Portugal.

    Ler mais