Estou a ler:

EFSA Scientific Opinion on “Tolerable upper intake level for dietary sugars”

Notícias

EFSA Scientific Opinion on “Tolerable upper intake level for dietary sugars”

A Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) publicou hoje a Opinião Científica sobre o nível máximo de ingestão tolerável para os açúcares (Scientific Opinion on "Tolerable upper intake level for dietary sugars"), que suporta a recomendação para que a ingestão de açúcares de adição e de açúcares livres seja tão baixa quanto possível, no contexto de uma alimentação nutricionalmente equilibrada.

A Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) publicou hoje a Opinião Científica sobre o nível máximo de ingestão tolerável para os açúcares (Scientific Opinion on “Tolerable upper intake level for dietary sugars”), que suporta a recomendação para que a ingestão de açúcares de adição e de açúcares livres seja tão baixa quanto possível, no contexto de uma alimentação nutricionalmente equilibrada.

Esta opinião científica publicada hoje, reporta a existência de evidência sobre uma relação positiva e causal entre a a ingestão de açúcares adicionados/livres e o risco de doenças metabólicas crónicas, sendo o nível de certeza moderado para a obesidade e dislipidemia (>50–75% de probabilidade ), baixo para esteatose hepática não alcoólica e diabetes mellitus tipo 2 (>15–50% de probabilidade) e muito baixo para hipertensão (0–15% de probabilidade). Refere ainda que não é possível definir um nível de ingestão de açúcar em que não se verifica um aumento do risco de cárie dentária/ doenças metabólicas crónicas, pelo que não é possível definir um nível máximo de ingestão tolerável de açúcares adicionados/livres ou um nível de ingestão considerado seguro. Assim, com base nos dados disponíveis e nas incertezas identificadas, a ingestão de açúcares adicionados/livres deve ser a mais baixa possível no contexto de uma alimentação nutricionalmente adequada.

Estas recomendações estão alinhadas com as Guidelines: sugars intake for adults and children da Organização Mundial da Saúde, já publicadas em 2015.

Este novo parecer científico da EFSA suporta as medidas que o PNPAS tem vindo a implementar para a redução do consumo de açúcar na população portuguesa.

A Scientific Opinion da EFSA on “Tolerable upper intake level for dietary sugars” pode ser consultada aqui.

Está também disponível para divulgação a seguinte infografia:

EFSA Scientific Opinion on "Tolerable upper intake level for dietary sugars" 1

Tópicos
Notícias

Acompanhe a discussão sobre: EFSA Scientific Opinion on “Tolerable upper intake level for dietary sugars”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

  • 17 janeiro, 2023

    Plano de Ação da Garantia para a Infância 2022-2030

    Foi publicado hoje, pela Resolução de Conselho de Ministros N.º 3/2023, de 17 de janeiro , o Plano de Ação da Garantia para a Infância 2022-2030. Este plano considera o acesso a uma alimentação saudável com um dos seus objetivos estratégicos, identificando um conjunto de respostas a implementar para a garantia desse acesso às crianças e jovens.

    Ler mais
  • 20 dezembro, 2022

    Boas festas | Um feliz e saudável 2023

    O PNPAS deseja a todos umas Boas Festas e um Feliz e Saudável 2023.

    Ler mais
  • 16 novembro, 2022

    Resultados do Food-EPI Portugal e de mais 10 países europeus publicados na revista The Lancet Regional Health – Europe

    Foi hoje publicado o artigo “Policy implementation and priorities to create healthy food environments using the Healthy Food Environment Policy Index (Food-EPI): A pooled level analysis across eleven European countries” na revista The Lancet Regional Health - Europe, onde se descrevem os resultados principais do estudo que avaliou a implementação de políticas públicas e as prioridades para a criação de ambientes alimentares saudáveis em 11 países europeus, incluindo Portugal.

    Ler mais