Alimentação saudável dos 0 aos 6 anos – Linhas de Orientação para Profissionais e Educadores

Alimentação Saudável dos 0 aos 6 anos

No dia 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, a Direção-Geral da Saúde e o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável lançam o manual “Alimentação Saudável dos 0 aos 6 anos – Linhas de Orientação para Profissionais e Educadores”. 

As Ciências da Nutrição estão em constante evolução e em áreas sensíveis como a saúde das crianças mais pequenas, onde a alimentação é um determinante essencial do desenvolvimento saudável, é fundamental uma atualização permanente. Por outro lado, apesar de existirem diversos documentos sobre a alimentação da criança, são poucos os que se dedicam aos primeiros anos de vida com uma visão multidisciplinar sobre este tema e que utilizem uma linguagem cientificamente adequada, mas ao mesmo tempo compreensível para uma grande parte da população com responsabilidade na área.

Foi com estas preocupações que convidámos uma equipa constituída por diversos profissionais desde a saúde até à educação, com larga experiência e liderados pela pediatra Carla Rêgo que dispensa apresentações nesta área. Foi este grupo que durante muitos meses construiu este manual que agora vê a luz do dia.

Ao longo deste documento mistura-se a procura pela evidência científica mais recente com a experiência pessoal e profissional dos envolvidos, tendo existindo um enorme cuidado em criar peças de fácil leitura, diversos gráficos e quadros que permitem sintetizar a cada momento os pensamentos e linhas orientadores descritas em cada capítulo.

Sabemos hoje que os primeiros meses no ventre da mãe e os primeiros anos de vida de uma criança vão determinar, em parte, a sua carga de doença ao longo da sua vida adulta. Por esta razão, uma estratégia nacional para a promoção da alimentação saudável como a que a Direção-Geral da Saúde preconiza através do PNPAS não poderia de apoiar fortemente esta publicação. E em particular em Portugal onde a prevalência de excesso de peso atinge 29,6% das crianças com idades dos 6 aos 9 anos e 32,6% das crianças com idades compreendidas entre 1 e 3 anos.

Esperamos agora que os seus utilizadores, profissionais de saúde, de educação, os pais e educadores fiquem com informação de qualidade e disponível gratuitamente para a tomada de decisões mais informadas. 

Pode descarregar o manual aqui. 

0 Comentários , Adicione o seu

Comentar

Adicione o seu comentário: