Estou a ler:

E-book Receitas saudáveis e Sustentáveis

Notícias

E-book Receitas saudáveis e Sustentáveis

Consulte aqui o e-book Eurest sobre Aproveitamento Integral de Alimentos lançado no passado dia 16 de Outubro.

eurest

 

O Dia Mundial da Alimentação foi comemorado pela Eurest através da publicação de um e-book que assinala a sua preocupação com a promoção de uma alimentação saudável, responsável e sustentável.

A publicação deste e-book é um marco para a Eurest, uma vez que demarca a implementação e consolidação de 3 grandes projetos idealizados pela empresa: Choose Beans, Choose Veg e Aproveitamento Integral de Alimentos.

E_book 2014

Tópicos
Notícias

Acompanhe a discussão sobre: E-book Receitas saudáveis e Sustentáveis

10 comentários a “E-book Receitas saudáveis e Sustentáveis”

  1. Maria Vilhena diz:

    Aplaudo. Excelente ideia.

  2. Rita diz:

    Parabéns pela iniciativa; infelizmente os lacticínios a manterem-se na roda dos alimentos dos adultos.sugeria também apelar à compra de produtos locais, bem como alimentos pouco “alterados” que é tão dificil encontrar hoje em dia

    • Magda diz:

      Olá Rita. Os lacticinios, pelo menos no video da Ordem dos nutricionistas não vem como recomendação mas sim, vem discretamente na roda dos alimentos lá apresentada já se sabendo e segundo os estudos cientificos que não é um alimento a considerar.
      Pode fazer as receitas substituindo os lacteos por bebidas suas substitutas.

  3. Helena Gaspar diz:

    A alimentação tomará um novo rumo quando voltarmos a comer aquilo que a estação do ano permite produzir. Ou seja, tomates e pepinos em dezembro, não é natural, não é sabororoso e muito menos delicioso. Se bem pensarmos, até nos arrepiamos quando comemos estes legumes fora da estação própria. Feijão verde no Inverno também não faz sentido. O tempo e o modo de produção têm uma importância crucial quer para o valor nutritivo do alimento quer para o sabor do mesmo.

  4. carla diz:

    Não me parece um exemplo de receitas saudáveis. não é por serem vegetarianas que são mais saudáveis! nas receitas que constam do livro vejo croquetes, rissóis, pataniscas, aneis de cebola e hamburgueres fritos em óleo. vejo tiras de bacon. batatas fritas, quer se fritem com casca ou sem casca não passam de batatas fritas.vejo arroz basmati que não é português e tem um custo elevadíssimo se comparado com o arroz carolino. Salsicha vegartariana que faz tanto mal e tem tanta porcaria como as salsichas normais.
    Enfim..publicidade a uma empresa privada que tomou esta iniciativa não por se preocupar em servir refeições saudáveis nas cantinas que gere, mas preocupada em poupar dinheiro.

    • ana diz:

      O facto de na receita estar esses ingredientes, não quer dizer que tenham que ser taxativamente esses, pode susbstitui-los por outros, dentro do que a Carla considera mais saudaveis. Também vi muita fritura, mas por exemplo, pode-se fritar com azeite, que e o que faço, e nao muitas vezes por semana, mais, pode se também tentar fazer as variações no forno, em vez de fritar.

  5. joana rita diz:

    Muito útil, original e nutritivo! Obrigada pela publicação 🙂

  6. Maria da graça leandro diz:

    Onde posso descarregar o ebook?

  7. Gilda Ferreira diz:

    Obrigada pela oferta deste ebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

  • 20 julho, 2022

    Recrutamento participantes | Estudo sobre a exposição das crianças e adolescentes ao marketing digital de alimentos e bebidas

    O Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) da Direção-Geral da Saúde (DGS), em colaboração com a Organização Mundial da Saúde Europa e com o apoio do Instituto de Saúde Ambiental, está a fazer um estudo de enorme relevância em termos de saúde pública com o objetivo principal de avaliar a exposição ao marketing digital de alimentos e bebidas.

    Ler mais
  • 30 junho, 2022

    Estratégia Nacional de Luta Contra o Cancro em consulta pública

    Encontra-se, desde hoje, em consulta pública a Estratégia Nacional de Luta Contra o Cancro (ENLCC), que inclui objetivos e estratégias relacionadas com a área da alimentação e da nutrição, que foram construídos em estreita colaboração com o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS). A Estratégia Nacional de Luta Contra o Cancro contempla […]

    Ler mais
  • 22 junho, 2022

    Healthier Together – EU Non-communicable diseases initiative

    Vai ser hoje apresentada a "Healthier Together - EU Non-communicable diseases initiative" pela Comissão Europeia. Esta iniciativa abrange cinco áreas principais, entre as quais a área dos determinantes da saúde, onde se insere a área da alimentação e da nutrição, e identifica um conjunto de políticas eficazes e boas práticas que foram selecionadas pelos Estados-Membros e pelas diferentes partes interessadas envolvidas neste processo.

    Ler mais