Estou a ler:

OMS publicou hoje o WHO European Regional Obesity Report 2022

Notícias

OMS publicou hoje o WHO European Regional Obesity Report 2022

A OMS publicou hoje um importante relatório (WHO European Regional Obesity Report 2022) sobre o estado da obesidade na região Europeia. Neste relatório publicado hoje pelo Escritório Regional da OMS Europa para a Prevenção e Controlo das Doenças Crónicas, a OMS destaca que a prevenção e controlo da obesidade deve centrar-se numa estratégia de prevenção […]

A OMS publicou hoje um importante relatório (WHO European Regional Obesity Report 2022) sobre o estado da obesidade na região Europeia.

Neste relatório publicado hoje pelo Escritório Regional da OMS Europa para a Prevenção e Controlo das Doenças Crónicas, a OMS destaca que a prevenção e controlo da obesidade deve centrar-se numa estratégia de prevenção ao longo do ciclo de vida (dirigida para fases do ciclo de vida de maior vulnerabilidade – pré-conceção, gravidez, infância e adolescência), bem como na modificação dos ambientes obesogénicos.

O excesso de peso (incluindo a obesidade) é um dos principais fatores de risco para a mortalidade e incapacidade na Região Europeia. É responsável por mais de 10% de total de mortes nesta região a cada ano e representa 7% do total de anos vividos com incapacidade (YLDs).

Especificamente para a população portuguesa, de acordo com os dados mais recentes do Global Burden Disease (2019), o excesso de peso (incluindo da obesidade) também está entre os principais fatores risco para carga da doença no nosso país, contribuindo para cerca de 9% da mortalidade e 7% do total de YLDs no ano de 2019.

De acordo com a estimativa da OMS, em 2016, a prevalência de excesso de peso e de obesidade em adultos era de 57,5% e 20,8%, respetivamente (estimativa padronizada para idade). Esta estimativa padronizada para a idade, que permite uma comparação mais rigorosa entre países, mostra que a prevalência de excesso de peso e de obesidade na população adulta portuguesa é inferior à média dos EU 13, EU 14 e à média dos países da região Europeia da OMS.

O WHO European Regional Obesity Report 2022 apresenta também a evidência mais recente relativa aos determinantes comerciais da obesidade, os desafios do marketing digital de alimentos e dos ambientes alimentares digitais, a associação entre a obesidade e o risco de cancro, o impacto da pandemia COVID-19 na prevalência da obesidade, bem como a maior morbilidade e mortalidade por COVID-19 verificada em indivíduos com obesidade e ainda as diferentes abordagens para o tratamento e gestão da obesidade em crianças, adolescentes e adultos.

Além disso, o relatório inclui as últimas recomendações para uma intervenção efetiva e baseada em evidência científica para combater a obesidade nos países da Região Europeia. O relatório conclui assim apresentando um conjunto de ações políticas que os Estados-Membros podem adotar e implementar para prevenir a obesidade, recomendando um a utilização de abordagens de âmbito populacional. Algumas destas ações já se encontram em curso em Portugal, nomeadamente a utilização de medidas fiscais (imposto especial de consumo sobre as bebidas açucaradas), a regulação do marketing alimentar dirigido a crianças, a legislação que determina a oferta alimentar em diferentes espaços públicos, como por exemplo nas escolas e a monitorização da obesidade infantil (WHO Childhood Obesity Surveillance Initiative).

O Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) da DGS contribuiu para a elaboração deste relatório da OMS, tendo elementos da sua equipa como co-autores. O relatório pode ser consultado aqui.

Tópicos
Notícias

Acompanhe a discussão sobre: OMS publicou hoje o WHO European Regional Obesity Report 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

  • 17 janeiro, 2023

    Plano de Ação da Garantia para a Infância 2022-2030

    Foi publicado hoje, pela Resolução de Conselho de Ministros N.º 3/2023, de 17 de janeiro , o Plano de Ação da Garantia para a Infância 2022-2030. Este plano considera o acesso a uma alimentação saudável com um dos seus objetivos estratégicos, identificando um conjunto de respostas a implementar para a garantia desse acesso às crianças e jovens.

    Ler mais
  • 20 dezembro, 2022

    Boas festas | Um feliz e saudável 2023

    O PNPAS deseja a todos umas Boas Festas e um Feliz e Saudável 2023.

    Ler mais
  • 16 novembro, 2022

    Resultados do Food-EPI Portugal e de mais 10 países europeus publicados na revista The Lancet Regional Health – Europe

    Foi hoje publicado o artigo “Policy implementation and priorities to create healthy food environments using the Healthy Food Environment Policy Index (Food-EPI): A pooled level analysis across eleven European countries” na revista The Lancet Regional Health - Europe, onde se descrevem os resultados principais do estudo que avaliou a implementação de políticas públicas e as prioridades para a criação de ambientes alimentares saudáveis em 11 países europeus, incluindo Portugal.

    Ler mais