Descodificador de rótulos

Atualmente temos que fazer muitas escolhas de alimentos num curto espaço de tempo e nesse sentido saber ler rótulos é importante para tomar as melhores decisões. É a pensar nesta necessidade que o PNPAS sugere este cartão que pode ser facilmente transportado e consultado no momento de ir às compras.

A informação aqui contida tem por base as recomendações do Departamento da Saúde/Ministério da Saúde do Reino Unido.

 Pode descarregar aqui:

– Versão para consulta

– Versão para impressão

Como utilizar?

Compare a informação constante no rótulo do alimento ou bebida por 100g ou 100ml, respetivamente, com a informação disponibilizada neste cartão (gordura, gordura saturada, açúcares e sal).

Propõe-se que opte por alimentos e bebidas com nutrientes maioritariamente na categoria verde, modere aqueles com um ou mais nutrientes na categoria amarela e evite aqueles com um ou mais nutrientes na categoria vermelha.

11 Comentários , Adicione o seu

  1. Muito bom e prático, carecendo de ampla e massificada divulgação nos meios de comunicação mais vistos/lidos pela população.

    Isabel Maria de Jesus Pires da Ribeira Silva a 19/11/2015 às 12:32
  2. Este descodificador é realmente muito útil. Já tive oportunidade de o ver mas hoje não estou a conseguir abrir os PDf’s para os guardar no meu computador. Estão com algum problema no vosso site?

    Liliana Jesus a 26/01/2016 às 12:29
    • Bom dia. Os pdf’s encontram-se operacionais.
      Muito obrigada.
      Equipa PNPAS.

      pnpas a 27/01/2016 às 10:58
  3. Ferramenta muito simples prática e útil!! Vou difundir!!! Obrigada e Parabéns

    Catarina Lomba a 17/11/2016 às 14:01
  4. É uma ferramenta muito prática e simples.Já comecei a divulgar

    Grata

    Sandra Esteves a 22/11/2016 às 17:30
  5. Outra sugestão seria a obrigatoriedade de os produtos em referência serem rotulados com uma marcação vermelha, amarela ou verde, consoante os constituintes; um paralelo à norma europeia de classificação de classe energética.

    João Ferreira a 24/11/2016 às 00:24
  6. Ótimos conselhos a seguir. Obrigada.

    Teresa a 27/03/2017 às 12:06

Comentar

Adicione o seu comentário: