Iodo – o nutriente esquecido que é decisivo na escola e na vida

     Através de trabalhos científicos recentes constatámos que um número significativo de crianças portuguesas e a maioria das mulheres grávidas no nosso país não ingeriam o iodo suficiente.

A deficiência de iodo grave na mãe tem sido associada a malformação congénita e partos prematuros e na criança a atraso mental. Para prevenir esta situação é necessário um trabalho profundo a curto e médio prazo e muita informação para a população.

Neste sentido publicamos este livro que esperamos ser útil para todos, pais, educadores, produtores de alimentos, responsáveis escolares, profissionais de saúde e decisores políticos.

2 Comentários , Adicione o seu

  1. É bom que os portugueses comecem a perder a fobia ao IODO ! Sinal de Inteligência ! Vejam o povo de Okinawa que vivem mais tempo Saudáveis !!!

    Carlos Alberto Figueiredo a 18/03/2017 às 12:19

Comentar

Adicione o seu comentário:

Outros artigos com a tag: Iodo