O PNPAS e a promoção da água

O PNPAS e a Promoção da água

1)  Ao longo dos últimos anos, o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) tem incentivado o consumo de água como parte da sua estratégia. Do ponto de vista da saúde pública, observa-se um consumo de água por parte da população portuguesa muito abaixo das recomendações com consequências muito gravosas sobre a saúde que é nossa competência primária. Pelo contrário o consumo de bebidas açucaradas está bem instalado nos mais novos.

Em Portugal, segundo o último Inquérito alimentar nacional, o consumo diário de refrigerantes ou néctares (equivalente a 220 g/dia) é de 17%, sendo essa prevalência superior nos adolescentes (40,6%, 31% nas raparigas e 49% nos rapazes). O contributo dos refrigerantes para esta percentagem é de 12% (29% nos adolescentes). Nos adolescentes que bebem refrigerantes, 25% bebe aproximadamente dois refrigerantes por dia. Alguns trabalhos apontam para que a presença de água substituindo bebidas açucaradas ao longo do dia pode ter efeitos claros na ingestão diária de energia que pode ser reduzida em cerca de 10–13% do consumo total de energia, em particular nas crianças e adolescentes que consomem mais bebidas açucaradas. Nos idosos, outro grupo de risco, foi recentemente verificado pelo Estudo Nutrition 65 UP com uma amostra da população idosa nacional que as pessoas Hipohidratados ou em risco de desidratação eram de 16.3% e ao mesmo tempo, o consumo excessivo de sal (>5g/dia) acontecia em 84.9% da amostra. Uma situação de grande risco onde o incentivo para o consumo de água regularmente deve ser uma aposta central de saúde pública.

2) Para lutar contra este défice crónico do consumo de água o PNPAS e a DGS defendem a) o aumento dos conhecimentos e literacia da população para a importância do consumo regular de água, mesmo sem sede, e por outro lado, b) o aumento da disponibilidade de pontos de oferta pública de água.

Para isso lançamos manuais e outros documentos e diversas campanhas públicas, fizemos trabalhos conjuntos com o Ministério da Educação e ONG’s para a promoção da água da rede pública e bebedouros públicos no nosso site, blogue, Facebook, Instagram. Aqui estão algumas, mas poderíamos citar muito mais:

 

Água – A bebida do verão

Água, a sua bebida de eleição – Dia Mundial da Água

Março – Mês da água no PNPAS

Iniciativa #aguapublica é já um grande sucesso

A água está no centro de um bom ano escolar

A água é um bem público

“Beba água da torneira” | Campanha Açores

Iniciativa #água pública

22 de março – Dia mundial da água

Dia Mundial da Água 2016

A água e a nossa saúde

Como podem os encarregados de educação avaliar se a escola dos seus filhos promove o consumo de água?

A Água e a Gastronomia Natalícia

Quantos litros de água são necessários para produzir um kg de alimentos?

Dia Mundial da Água

Quais as vantagens da ingestão de água e como promover o seu consumo nas escolas e nas crianças ?

Concurso Dia Mundial da Água

A promoção do consumo de água na população portuguesa, tem sido considerada em diversas ações do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS) da Direção-Geral da Saúde (DGS), estando a promoção do consumo da água da rede pública sempre subjacente em todas estas ações levadas a cabo por este programa prioritário de saúde da DGS. Aliás, o PNPAS, tem mesmo desenvolvido iniciativas com o objetivo específico de sensibilizar a população para a qualidade da água da rede pública, nomeadamente através da iniciativa #ÁguaPública . Esta campanha lançada no início dos meses de Verão de 2017, teve como principal objetivo promover o consumo de água pública através de bebedouros. A ausência de bebedouros em muitos locais públicos, que se têm vindo a perder ao longos dos últimos anos, impossibilita o acesso a água de qualidade para consumo. Assim, a recuperação destes bebedouros nos espaços públicas será certamente uma importante estratégia para promover o consumo de água na população portuguesa.

Destacam-se ainda outras iniciativas desenvolvidas pelo PNPAS/DGS, onde a promoção do consumo de água da rede pública está bem presente:

– Promoção do consumo de água nas escolas públicas portugueses – Manual “Hidratação adequada em meio escolar”

O manual publicado pelo PNPAS/DGS em 2014, destaca como uma das estratégias para as escolas promoverem uma adequada hidratação “disponibilizar gratuitamente água potável (bebedouros, dispensadores, jarros de água, em boas condições de higiene”.

 

– Promoção do oferta de água gratuita nos restaurantes – recomendações no âmbito do Programa FOOD

O PNPAS é parceiro do Programa FOOD (Fighting Obesity through Offer and Demand), um programa europeu, cofinanciado pela Comissão Europeia (DG SANTE), que tem como objetivo promover a adoção de estilos de vida saudáveis por parte dos trabalhadores, promovendo a oferta e a procura de uma alimentação equilibrada. No âmbito deste projeto, o PNPAS desenvolveu um conjunto de recomendações que devem ser seguidas pelos restaurantes no âmbito do cartão Euroticket Refeição. Uma das recomendações aos restaurantes para ser restaurantes promotores de uma alimentação saudável é “Disponibilizar jarros com água”.

http://www.food-programme.eu/pt/paises/portugal/

3) Na nova Estratégia integrada para a Promoção da Alimentação Saudável (EIPAS) assinada por outros seis Ministérios voltámos a reforçar a promoção da água da rede pública e a necessidade de reforçar e incentivar o consumo de água. As medidas presentes na Estratégia para a Promoção da Alimentação Saudável (EIPAS) espelham a estratégia da Direção-Geral da Saúde e do Ministério da Saúde em prol da promoção do consumo de água da rede pública, nomeadamente através da seguinte medida: “Propor a existência de dispensadores de água gratuitos ou a distribuição de água nos serviços e organismos da administração direta e indireta do Estado e nos demais serviços sob gestão pública e promover o seu consumo.”.

Neste sentido, a celebração deste protocolo de colaboração entre a DGS e a Associação Portuguesa dos Industriais de Águas Minerais Naturais e de Nascente (APIAM), mereceu naturalmente uma reflexão e alargada discussão sobre a sua mais-valia ou não.

Assim, e considerando o baixo consumo de água pela população portuguesa, e a tendência para a substituição do consumo de água por outras bebidas com contêm teores elevados de açúcar, em especial em grupos vulneráveis da população como as crianças e adolescentes, levou-nos a considerar que promover uma campanha para a promoção do consumo de água (enquadrada no âmbito deste protocolo transparente com a APIAM e totalmente financiada por esta associação) seria uma importante medida para obter ganhos em saúde. Tomada esta decisão, com a concordância superior, seguiu-se um longo trabalho técnico de modo a tornar esta campanha transversal para o consumo de água proveniente de todas as fontes. Neste sentido, houve a preocupação de escolher uma garrafa que pudesse ser distinta das garrafas de plástico das águas engarrafadas, na tentativa de a assemelhar a uma garrafa das reutilizáveis. Houve também a preocupação de incluir no vídeo a ingestão de água a partir de um copo.

4) Estamos em crer que existe ainda muito espaço para a melhoria e para disponibilizar água de forma gratuita nos locais de trabalho, nos locais públicos como aeroportos ou estações de metro, nas escolas portuguesas onde mais de metade dos bebedouros públicos estavam inutilizados na nossa última avaliação, nos parque naturais ou ainda nas praias portuguesas onde não existem praticamente bebedouros públicos ! Muito trabalho público para uma série de entidades públicas e não só poderem dar o seu contributo ainda pouco visível.

Existe ainda espaço a reciclagem das garrafas e para que Portugal consiga reciclar mais do que agora acontece, pois as garrafas de água são 100% recicláveis, ao contrário de outros plásticos como talheres da restauração.

Estamos certamente recetivos, para o financiamento e apoio público a estes nossos objetivos de ajudar os portugueses a melhorar a sua saúde através do aumento do consumo de água. Esperamos que no futuro surjam, tal como agora e generosamente a APIAM o fez.

 

Pedro Graça

PNPAS

0 Comentários , Adicione o seu

Comentar

Adicione o seu comentário:

Outros artigos com a tag: Hidratação